Encontra-se em andamento a consulta pública referente ao diagnóstico dos resíduos sólidos gerados em Rio Negrinho, integrante à Meta 2 do processo de elaboração do Plano Municipal de Gestão Integrada de Resíduos Sólidos.

O documento contendo as informações do diagnóstico encontra-se disponível no site da Prefeitura de Rio Negrinho (https://www.rionegrinho.sc.gov.br/consulta-publica), sendo que as contribuições e considerações podem ser encaminhadas até o dia 13 de dezembro de 2019 através do e-mail meioambiente@rionegrinho.sc.gov.br.

Participe!


A Prefeitura de Joinville, a Associação de Municípios do Nordeste de Santa Catarina (AMUNESC) e a Empresa Premier Engenharia vêm a público informar que a consulta pública referente ao diagnóstico dos resíduos sólidos gerados em Joinville, integrante à Meta 2 do processo de elaboração do Plano Municipal de Gestão Integrada de Resíduos Sólidos de Joinville, encontra-se oficialmente aberta, com objetivo que o público em geral tenha conhecimento dos dados qualitativos e quantitativos acerca dos diferentes tipos de resíduos sólidos gerados em âmbito municipal.

O documento contendo os resultados do diagnóstico está disponível na aba “PIGIRS DOCUMENTOS” (na Pasta Joinville) deste site, sendo que as contribuições e considerações podem ser encaminhadas até o dia 30 de dezembro de 2019 através do e-mail premiereng@premiereng.com.br.

Participe!


A oficina no Município de Balneário Barra do Sul foi realizada no dia 13 de dezembro de 2018, às 10:30 horas, na Secretaria de Planejamento.

Para o evento foram convidados, através de contato telefônico e e-mail, todos os integrantes do Comitê Diretor Local, composto por representantes (gestores ou técnicos) dos principais órgãos municipais envolvidos no tema. 

Durante o evento, além do conteúdo técnico diretamente relacionado ao diagnóstico dos resíduos sólidos, foi realizada preliminarmente uma explanação a respeito da elaboração do Plano, apresentando suas etapas e destacando sua importância para o município e para a região.


As Oficinas foram realizadas nos nove municípios integrantes do Plano Intermunicipal de Gestão Integrada e Resíduos Sólidos - PIGIRS, com o objetivo de apresentar o Projeto de Mobilização Social e o Levantamento, Identificação e Análise de Conjunto Normativo existente em cada município. 

Participaram das Oficinas, os Comitês Diretores Locais dos municípios e a Empresa Contratada Premier Engenharia, o qual presidiu e apresentou os conteúdos programados.

Durante os eventos foi realizada uma explanação a respeito da elaboração do Plano, destacando sua importância para os municípios e região, conteúdo mínimo, planejamento proposto, próximos eventos, cronograma de execução, entre outras informações referentes à execução do PIGIRS.

 


A elaboração de um Plano Intermunicipal de Gestão Integrada de Resíduos Sólidos (PIGIRS) requer a formatação de um modelo de planejamento participativo. As diferentes fases da elaboração do Plano, bem como as etapas seguintes de implantação e revisão, requerem a inserção das perspectivas e aspirações da sociedade, seus interesses múltiplos e a apreciação da efetiva realidade local para o setor de resíduos sólidos. Sendo assim, torna-se necessário a formação do Comitê Diretor Local que contemplem atores sociais intrínsecos à operacionalização do PIGIRS.

O Comitê Diretor Local, instituído pela Autoridade Municipal (Prefeito Municipal), deve ser composto por representantes (gestores ou técnicos) dos principais órgãos municipais envolvidos no tema (secretarias de meio ambiente, agricultura, obras, saúde, finanças e outras). O Comitê Diretor Local deverá acompanhar e cooperar no processo de mobilização social a nível municipal; deliberar sobre estratégias e mecanismos que assegurem a elaboração e implantação do Plano; propor e garantir locais para realização das reuniões técnicas e audiências públicas; sugerir alternativas sobre o ponto de vista local; validar os conteúdos técnicos que serão apresentados nas audiências públicas; e participar das audiências públicas.

Ainda, deve ser formado um Comitê Diretor Regional, composto pela indicação de um representante de cada município associado, sendo este integrante do Comitê Diretor Local. Este Comitê será muito importante na interlocução entre os diversos atores envolvidos na construção do Plano, tendo como responsabilidades: acompanhar o processo da execução do presente termo/contrato; ddeliberar sobre estratégias e mecanismos que assegurem a elaboração do PIGIRS e sua implementação; sugerir alternativas sobre o ponto de vista regional; vvalidar os conteúdos técnicos que serão apresentados nas audiências públicas regionais; e aacompanhar os eventos de apresentação e discussão pública dos conteúdos técnicos elaborados pela Consultora.

Nos meses de maio e junho de 2018, cada município contemplado com o Plano Intermunicipal de Gestão Integrada de Resíduos Sólidos formou seu Comitê Diretor Municipal, bem como indicou seu representante para integrar o Comitê Diretor Regional.

Fonte: Premier Engenharia


Com o crescimento das cidades e o desenvolvimento sustentável sendo uma necessidade, é preciso pensar como os municípios darão soluções aos resíduos gerados por contribuintes e empresas. Neste contexto, a secretária executiva da Agência de Desenvolvimento Regional (ADR) de Joinville, Simone Schramm, assinou, no dia 21 de março de 2018, a ordem de serviço para elaboração do Plano Intermunicipal de Gestão Integrada de Resíduos Sólidos. O investimento de R$ 460 mil vai atender nove cidades da região Norte.

O termo de colaboração é celebrado entre o Governo do Estado e a Associação de Municípios do Nordeste de Santa Catarina (Amunesc). Os estudos contemplam Joinville, Garuva, Rio Negrinho, São Francisco do Sul, Itapoá, Balneário Barra do Sul, Araquari, Campo Alegre e São Bento do Sul. A autorização foi nesta quarta-feira, 21, e contou com a presença do prefeito de Campo Alegre, Rubens Blaszkowski, também presidente da Amunesc. A vencedora da licitação é a Premier Engenharia e Consultoria Ltda Me.

A empresa tem um ano para elaborar um diagnóstico de cada município nas áreas da saúde, construção civil, industriais, agrosilvipastoril (embalagens de produtos agrotóxicos), reversos (como pilhas e pneus) e os urbanos (coleta terceirizada). O objetivo é identificar como são geridos e destinados os resíduos em cada município, quais são as áreas ambientalmente preparadas para receber o material como aterros sanitários ou industriais e identificar, por exemplo, pontos de coleta de política reversa. Depois serão propostas ações para atender a necessidade dessas cidades por até 20 anos, podendo ser indústrias de reciclagem, novos aterros ou até mesmo maior fiscalização.

Fonte: Imprensa ADR Joinville


No dia 05 de outubro de 2017, durante a reunião dos Conselhos de Desenvolvimento Regional de Joinville e Jaraguá do Sul, foi assinada a liberação dos recursos para a elaboração do Plano Intermunicipal de Gestão Integrada de Resíduos Sólidos. O investimento vai atender a demanda dos Municípios da Região da Amunesc. A assembleia aberta à comunidade iniciou às 14h, no auditório da Associação Empresarial de Guaramirim (Aciag).

O investimento é celebrado por meio de termo de colaboração assinado entre o Governo do Estado por meio da Agência de Desenvolvimento Regional (ADR) de Joinville e a Associação de Municípios do Nordeste de Santa Catarina (Amunesc). Serão contemplados com os planos municipais os municípios de Joinville, Garuva, Rio Negrinho, São Francisco do Sul, Itapoá, Balneário Barra do Sul, Araquari, Campo Alegre e São Bento do Sul. O investimento de R$ 460 mil atende a Política Nacional de Resíduos Sólidos. A empresa vencedora da licitação é a Premier Engenharia e Consultoria Ltda Me.

No encontro, os prefeitos e representantes dos municípios debateram a destinação dos resíduos de origem domiciliar, industrial, hospitalar, construção civil, mineração e de comércios e serviços. A discussão conjunta passa por ampliação ou criação de novos aterros sanitários e industriais, a implementação dos planos municipais – prazo encerra em julho de 2018 – coleta seletiva e política reversa com a educação ambiental às pessoas. A palestra foi da engenheira química Ana Luisa Rizzatti da Costa.

Fonte: Imprensa ADR Joinville